livros

O que eu li em Julho (2015)

19:36 Isabela Libório 0

 Em Julho, entrei numa ressaca literária bem tensa e ainda tô lutando pra sair dela. Apesar disso, até que consegui ler uma boa quantidade quando comparada com a minha meta - mais ou menos 5 livros por mês -. Fiz ótimas leituras, felizmente.
 A Sombra do Vento
 Comecei o mês com um dos autores mais talentosos, na minha opinião: Carlos Ruiz Zafón. Tudo bem que esse não foi meu livro favorito dele até agora - leia a resenha de Marina aqui e de O Príncipe da Névoa aqui -, mas o enredo é muito inteligente e parece real de tão bem pensado. O autor homenageia os livros e seus leitores de modo muito bonito, só que a leitura acabou ficando um pouco cansativa pra mim em certo momento, as coisas estavam demorando pra se resolver. Esperava um pouco mais do final, mas Zafón conseguiu me deixar muito curiosa e arrepiada com alguns momentos bizarros. 
(leia a resenha aqui)

O Guia Completo da Cor
 Então, é meio estranho falar de livros desse tipo aqui, mas achei muito legal e quis recomendar. Aluguei na biblioteca da minha faculdade por ter me interessado pelo assunto e, olha, é bem interessante. O livro é cheio de imagens, exemplos e dicas, então é bem dinâmico e bonito. Pra quem faz Design ou se interessa por coisas do tipo - eu faço Arquitetura e Urbanismo, mas é um livro bem útil pra mim também -, eu recomendo bastante, me fez pensar sobre coisas que nunca tinham passado por minha cabeça antes. 
(saiba mais aqui)

O Restaurante no Fim do Universo
 Esse é o segundo livro da série O Guia do Mochileiro das Galáxias e eu tô achando extremamente divertidas as loucuras do Douglas Adams. Esse livro é tão rapidinho, mas é bem fácil de se perder, fiquei confusa em alguns momentos. A ironia do autor é sensacional, dar risadas com essa série é algo constante e adoro isso, ele é criativo demais! Porém, a loucura é tanta que as vezes eu fico sem entender o que aconteceu, ou esqueço de algumas coisas, mas nada que me impeça de continuar lendo.
 (saiba mais aqui)

Extraordinário
 Fechei o mês do jeito certo com um livro lindíssimo e que faz a gente pensar muito. Acho que é impossível ler sem sentir, pelo menos, um aperto no coração - eu, claro, cheguei a derramar algumas lágrimas -. A mensagem passada é incrível, deixa nossos problemas pequenos e faz a gente apreciar mais a vida - por mais meloso que isso pareça -. O personagem principal tem uma deformação no rosto e, por isso, ele não consegue sair de casa sem ser julgado por sua aparência. A jornada desse garoto e sua primeira vez na escola são emocionantes e digna de que todos leiam. 
(saiba mais aqui|veja quais frases 
mais me marcaram aqui)

O mês de Julho foi bem sucedido, em questão de leitura, pra vocês? 
Me contem o que andaram lendo aí nos comentários! c:


0 comentários:

Comente para que eu possa saber se gostou ou o que devo melhorar! Dê sua opinião sobre o assunto falado também, se quiser. Sinta-se à vontade. ^-^