projeto #amandojorge,

Minha visita à casa de Jorge Amado (parte 2)

20:21 Isabela Libório 0


Se você não leu a parte 1 ainda, 
pare agora e clique aqui.

 Pra continuar o post anterior, aqui vão mais algumas fotos da casa de onde parei.

Procurando na internet - e até no próprio livrinho que recebemos na compra do ingresso -, dá pra achar fotos da família Amado sentadinha naquele banco de azulejos azuis. Aquela janela dá pra linda biblioteca, que já já eu mostro.

 Agora sim posso falar um pouco mais e mostrar fotos de alguns cômodos da casa que me encheram os olhos. Enquanto passeia pela casa e vai passando pelas portas, você dá de caras com cenários temáticos - como "A Bahia de Jorge Amado", "Trocando Cartas", "Sala de Leitura"... - com projeções lindíssimas nas paredes, telas com fotos e documentários sobre Jorge e Zélia, objetos que representam o casal, cartas trocadas por eles e roupas que costumavam usar, seus livros, áudios diversos, lembranças da infância de ambos... É tanta coisa pra ver que dá pra se perder se não estiver com o mapa na mão

Algumas camisas do Jorge!

 Nesse cômodo, essas gavetas ficavam disponíveis pra quem quiser abrir e, dentro delas, ficam expostas cartas, objetos, livros, documentos... Como mostram essas duas fotos abaixo. (não conheço essas pessoas, mas quis postar a foto pra mostrar como funciona, hehe)

 
 As fotos a seguir mostram um dos cômodos que mais me deixou de boca aberta pelo cuidado: o quarto de Jorge e Zélia. Logo ao entrar, dei de cara com projeções mega coloridas dançando pelas paredes e por cima da cama, além dos móveis e objetos que pareciam ter sido deixados do jeitinho que estavam.

Taí um gif que fiz de um vídeo que 
gravei para verem melhor. c:


 Adentramos um quartinho pequeno e encontramos o local onde as fotos eram reveladas, com algumas fotografias penduradas e embalagens de produtos usados para o processo, além de uma tela que passava algumas imagens.


 Mais um quartinho, mais uma surpresa. É incrível entrar sem saber o que esperar, sério, é muito divertido! Dessa vez, encontramos algo que nem sei explicar muito bem o que é. Dentro de uma parede de vidro, fica essa casinha de verdade com alguns objetos pequenos em volta. Aí, de repente, uma tela no fundo da mesma se acende e personagens aparecem na tela - de um jeito que parece que estão em 3D - e interagem com a casinha, que é de verdade. Deu pra entender? Fiquei encantada!

Perdão pela tremida no fim...

 Além da cozinha original da casa, há a Cozinha de Dona Flor, a personagem de quem falei lá em cima. É bem bonita e caprichada e podemos aprender receitas com a famosa baiana Dadá em um telão. 


Esse é um cômodo que tem, somente, uma tela enorme que passa cenas de pessoas lendo trechos de livros do casal e um banco pra podermos sentar e apreciar. Amei esse lugar!

 E, ai, a biblioteca... O cômodo é delicioso, rodeado de livros, sofá pra relaxar e uma vista bem bonita da casa. Há, também, mais uma tela interativa, mas só consegui prestar atenção nos livros mesmo.


Essa é a biblioteca vista de fora.

E, aqui, é uma das varandas da casa e mais livros.
Olha isso, que coisa linda! Ao lado, havia outro espaço
com projeções e objetos expostos, mas as fotos que tirei ficaram ruins. :c



 Depois disso tudo, nos dirigimos à lojinha - ainda tem um espaço pra fazer um lanche ou tomar um café em outro local da casa, só não cheguei a comer algo - e eu fiquei querendo tudo. Além de livros de Jorge e Zélia à venda, havia canecas, caderninhos, camisetas, ímãs, pratos, azulejos... Queria muito uma camiseta, mas não tinham o meu número, acabei levando um azulejo lindo e deixei na minha estante.






E esse aí é o azulejo que comprei no meu novo cantinho com as edições especiais de Jorge Amado da Companhia das Letras! 

Enfim, o final do post. Essa visita foi incrível e eu não vejo a hora de voltar, espero que tenha despertado essa vontade em vocês também e dado um gostinho do que os espera nessa casa. Não deixem de comentar, viu?

Endereço: bairro do Rio Vermelho, rua Alagoinhas, 33 e CEP: 41940-620. A inteira custa 20 reais e, a meia, 10 reais, a casa fica aberta das 10h às 17h.


0 comentários:

Comente para que eu possa saber se gostou ou o que devo melhorar! Dê sua opinião sobre o assunto falado também, se quiser. Sinta-se à vontade. ^-^